quinta-feira, 2 de julho de 2020

DIA D INOVA

Na próxima sexta-feira (3) alunos dos anos finais (6º ao 9º ano), ensino médio e educação de jovens e adultos (EJA) terão uma programação especial de aquecimento para o Movimento Inova 2020, que vai ocorrer virtualmente nos dias 22 e 23 de outubro. O Movimento Inova tem o propósito de permitir uma maior conexão entre professores, alunos e outros integrantes da rede estadual e conectá-los às soluções tecnológicas inovadoras.
A programação do ‘Dia D’ será transmitida ao vivo pelo aplicativo e Facebook do Centro de Mídias SP (CMSP) e pela TV Educação. Durante todo o dia serão ministradas oficinas, mesas de debates e apresentações com convidados especiais, entre eles a artista Any Gabrielly do grupo Now United. A proposta é criar um dia que amplie o acesso a atividades práticas, experiências significativas e conteúdos diferenciados, valorizando práticas da rede e contando com o apoio de instituições parceiras.
O Movimento Inova surgiu no contexto do Inova Educação, programa da Secretaria da Educação criado para atender todos os estudantes dos anos finais do ensino fundamental e ensino médio, oferecendo atividades educativas mais alinhadas às vocações, desejos e realidades de cada aluno, por meio dos componentes Projeto de Vida, Eletivas e Tecnologia e Inovação.

Veja o vídeo



segunda-feira, 22 de junho de 2020

NOVO APLICATIVO




A plataforma Secretaria Escolar Digital (SED) foi instituída pela Resolução SE nº 36 2016, de 25-05-2016.

SED é personalizada para cada tipo de usuário. Para os pais dos estudantes, por exemplo, estão disponíveis o boletim escolar e os eventos da escola. É a partir da Secretaria Escolar Digital que esses mesmos responsáveis poderão participar mais de perto da rotina dos estudantes. Já os alunos podem baixar o caderno do aluno, criar suas contas de e-mail e enviar suas fotos para emissão da carteirinha escolar.

As escolas e diretorias de ensino, por sua vez, poderão utilizar a plataforma para acompanhar o calendário escolar, registrar importantes avaliações como a AAP e a Avaliação de Desempenho – 360º do Programa de Ensino Integral (PEI), realizar o processo de credenciamento dos professores do PEI, associar os professores às classes, homologar as matrizes curriculares, dentre outras atividades.

Com o objetivo de atualizar e informar as novidades da plataforma, a Secretaria Escolar Digital conta ainda com o Boletim SED, um informativo enviado periodicamente aos usuários cadastrados das escolas e diretorias de ensino.


LINK:  https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.sp.educacao.sed.android

ATENÇÃO: NOVA DATA DA REUNIÃO DE PAIS E MESTRES



sábado, 25 de abril de 2020

AS AULAS VOLTAM, DE FORMA VIRTUAL, NA SEGUNDA-FEIRA , DIA 27/04/2020

Conforme publicação da Secretaria de Educação de São Paulo, as aulas retornam, em formato virtual, nesta segunda-feira, dia 27/04/2020. Publicamos em nosso site os atalhos para que os alunos façam as tarefas.

Baixem os aplicativos, tem um para os anos iniciais: Dos primeiros ao quintos anos, e outro para os anos finais: Dos sextos ao nonos anos.


Os aplicativos: Na Playstore e Aple Store



Os horários das aulas. A TV na região de Campinas sintonize em 10.3




Maiores detalhes:




https://centrodemidiasp.educacao.sp.gov.br/



COMO INSTALAR O APLICATIVO

sábado, 11 de abril de 2020

EDUCAÇÃO, O NOSSO BEM COMUM

APRESENTADO PORUNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação , a Ciência e a Cultura
Coordenação Nacional Brasil
Escolas Associadas da UNESCO

Educação, o nosso bem comum

Coalizão Global propõe ações para apoiar países e garantir que crianças e jovens em maior risco tenham chances de acesso às melhores práticas de aprendizagem a distância

Em recente mensagem, o pesquisador português António Nóvoa, embaixador permanente de Portugal na UNESCO, lembrou a todos os professores que é tempo de acreditar no conhecimento e na ciência. É hora de pensar no futuro da educação – que não será mais a mesma após a pandemia. É momento também de agirmos na urgência e em solidariedade, em defesa de um bem comum da humanidade: a educação.

Apostar no conhecimento, na ciência, e na formação de novas gerações mais conscientes de seu papel planetário, como cidadãos de uma mesma casa, é o caminho possível para enfrentar cenários que se tornam desafios globais crescentes. São muitos os exemplos. Não podemos esquecer da mudança climática, do acirramento das desigualdades, da questão dos refugiados. Estamos sendo desafiados a agir na urgência, como diz Nóvoa, com os olhos no futuro.

E é isso o que precisamos fazer, os educadores. Contra a imobilidade do pânico, temos visto por todo o planeta escolas e professores protagonistas. A tecnologia ajuda? Sim, é essencial. Mas precisa ser para todos. Enquanto vemos crianças e jovens mais ricos usufruírem dos recursos da educação a distância, temos uma maioria de alunos que não tem acesso a esses recursos e precisa de apoio, como é o caso do Brasil.

Conforme o monitoramento da UNESCO, cerca de 150 países já fecharam escolas em todo o mundo, provocando impacto em mais de 80% da população estudantil. A crise da covid-19 é também uma crise da educação, em todo o planeta.

Por isso, a UNESCO propôs a Coalizão Global de Educação, lançando ações para apoiar os países e garantir que crianças e jovens em maior risco tenham chances de acesso às melhores práticas de aprendizagem a distância. Unindo parceiros e recursos de governos e da iniciativa privada, a Coalizão atenderá às necessidades dos países, conforme previsto em reuniões de ministros da Educa-ção convocadas pela UNESCO.
A Coalizão se esforçará para atender às necessidades com soluções gratuitas e seguras, unindo parceiros para tratar dos desafios da conectividade e dos conteúdos. Irá fornecer ferramentas digitais e soluções de gestão*.
Como uma rede de escolas associadas e candidatas, que cruza o país unindo grandes centros urbanos aos rincões mais distantes, a Rede das escolas associadas da UNESCO no Brasil assume o compromisso de fazer chegar informações e suporte para escolas e famílias.

Devemos nos empenhar em trocar experiências, em compartilhar recursos, em apoiar governos e organizações da sociedade civil a democratizar os melhores recursos da tecnologia para que a educação chegue a todos, em um momento em que há mais de 1,5 bilhão de alunos sem escola.

É tempo de começarmos a pensar em um novo modelo de educação do século 21, com novos métodos, saberes e, sobretudo, uma nova ética – mais solidária, inclusiva e baseada na justiça social. Os desafios e impactos trazidos pela covid 19 estão postos e são urgentes. O nosso legado ao vencermos esse desafio é a lição que deixaremos para as futuras gerações.
Para saber mais, acesse: https://pt.unesco.org/covid19/globaleducationcoalition.

Myriam Tricate
é educadora e coordenadora do Programa das Escolas Associadas da UNESCO no Brasil


Cerca de 150 países fecharam escolas em todo o mundo, provocando impacto em mais de 80% da população estudantil